Company Joomla Templates

Mensagem do Director

A Campanha algodoeira 2013/14, que antecede a presente, reanimou o subsector algodoeiro dado que superou as expectativas nos domínios de produção e produtividade, por ter comercializado cerca de 90.000 toneladas do algodão caroço e rendimento médio de 521kg/ha, contra os indicadores anteriores de 67.392 toneladas de produção e 470 kg/ha de rendimento, na campanha 2012/13

 

 

 

Plexus Prevê Comprar Cerca de 18 mil Toneladas de Algodão Caroço

A empresa Plexus na província de Cabo Delgado, estima comercializar até ao fim da presente campanha 2015/2016, cerca de 18 mil toneladas de algodão caroço nos distritos de Montepuez, Namuno, Balama, Ancuabe, Chiure e distrito de Eráti na província de Nampula.

Para o efeito a Plexus, concessionária daquela região aprovisionou cerca de 594,134 mil unidades de sacaria para colheita e separação de qualidade do algodão, tendo constituído 20 brigadas de compra divididas em 723 mercados de comercialização do algodão.

LER MAIS...
 
Ministério da Agricultura e Segurança Alimentar Lança Campanha de Comercialização do Algodão Caroço

Lançou-se no dia 17 de Junho corrente, a campanha de comercialização do algodão caroço referente a época 2015/2016. As cerimónias centrais tiveram lugar no Posto Administrativo de Netia, Distrito de Monapo, Província de Nampula.

A escolha de Monapo, para receber as cerimónias centrais de lançamento da campanha de comercialização do algodão caroço visa encorajar os produtores daquele distrito que tem vindo a crescer em relação ao volume de produção, sendo por isso um dos maiores produtores desta cultura de rendimento em Nampula. Por outro lado o Posto administrativo de Netia é o local de maior concentração de produtores e de campos de algodão em Nampula, dai a necessidade de consciencializar os produtores a colherem cedo, separarem a qualidade do algodão no campo e venderem cedo o algodão caroço.

LER MAIS...
 
VALE DO ZAMBEZE PREVÊ COLHER 7.5 MIL TONELADAS DE ALGODÃO DE CAROÇO

Os Produtores do algodão do Vale Zambeze esperam colher até ao fim da presente campanha cerca de 7.507 toneladas do algodão caroço, quantidades que deverão ser comercializadas pela OLA AVZ concessionária da região.

Na região d Vale do Zambeze o algodão é produzido nos distritos de Mossurize, Machaze, Tambará, Vanduzi, Guro e Barué na província de Manica e Mágoe, Changara, e Cahora Bassa em Tete. Esta cultura de rendimento, nessa região movimenta cerca de 11,922 produtores do sector familiar que semearam numa extensão de 19,766 hectares, na presente campanha.  

LER MAIS...
 
CHINA AFRICA COTTON PROJECTA COMPRAR 1,025 TONELADAS DE ALGODÃO CAROÇO ENTRE SOFALA E MANICA.

A empresa fomentadora do algodão na província de Sofala, China Africa Cotton Company prevê comprar dos produtores daquela região 1,025 toneladas de algodão caroço, quantidade que se espera colher até ao final da presente campanha.

Na província de Sofala foram inscritos para a presente campanha algodoeira cerca de 6,221 produtores de ambos sexos pela concessionária China Africa Cotton Company, empresa que cobre os distritos de Maringue, Chemba, Caia, Cheringoma, Búzi, Gorongosa, Nhamatanda e alguns distritos da província de Manica concretamente em Macossa, Sussundenga, Manica e Gondola.

LER MAIS...
 
© 2014 Instituto do Algodão de MoçambiqueMapa do site | Termos e Condições  
IAM - Av. Eduardo Mondlane, 2221 - Maputo | Tel: +258-21-431015/6 | Cel: +258-82-3022823 | Fax: +258-21-430679 | E-mail: infor@iam.gov.mz
Produzido e alojado pela SISLOG  
Designed by Business wordpress themes and freepoker.